É um grande momento para ser um fã do Slipknot agora, com um novo álbum pronto para ser lançado no verão, e várias datas de festivais planejadas durante junho e julho.

E não só os maggots que  estão compreensivelmente entusiasmados com o que virá do melhor de Iowa este ano – o percussionista Shawn “Clown” Crahan conta à Kerrang! que ele está igualmente animado.

Você já entrou em um álbum e um ciclo de turnê se sentindo revigorado e pronto antes?

Nunca. Nem mesmo a primeira vez. Sempre foi uma bagunça. Eu não vou dizer que não vai ser uma bagunça agora, mas merda está acontecendo. Está acontecendo. Estamos todos prontos para ir. Todo mundo está tão animado. É ainda melhor que o Corey Taylor esteja realmente animado, porque ele trabalha muito, sai com o Stone Sour, faz shows solo e várias outras coisas. O que quer que ele esteja fazendo, ele faz muito. E é sempre incrível sentir sua empolgação. A maioria das pessoas na sua posição estariam, ‘Eu vou tirar um ano’, mas ele tem uma certa atitude agora para Slipknot. E isso parece incrível. E é assim que se sente agora com todos os caras. Nós temos um cronograma, e é hardcore do caralho, e há muitas coisas acontecendo dentro desse cronograma.

Mas está tudo bem?

Estou tendo o melhor momento da minha vida no Slipknot – eu realmente estou. Eu sou abençoado por estar aqui, e eu ainda tenho uma banda e uma forma de arte que eu amo mais que tudo. Eles são meus amigos. Nós perdemos alguns, ganhamos alguns, mas ainda estamos todos aqui e aprendemos muito. A música está pegando fogo, a arte, eu sinto, significa algo para as pessoas – e nem sempre foi assim para mim. Muito disso é apenas eu desacelerando: relaxando, tentando ter um tempo melhor e me divertindo um pouco. Mas eu ainda sou eu e ainda sou o Clown, e estou ficando mais velho. Eu não vejo o pior em muitas das coisas que eu costumava lutar. Eu estou em um bom lugar e quero sair por cima de mim mesmo.

Via Kerrang! 

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.